14/07/2017

RESENHA: A Mensageira da Morte - Vivianne Sophie


 Suspense, magia, mistérios e maldições se encontram na resenha desse livro que foi uma das leituras mais esperadas do ano. A Mensageira da Morte, da parceira Vivianne Sophie, traz algo totalmente novo para o gênero, misturando tramas juvenis com uma mitologia de tirar o fôlego. Confiram meus comentários abaixo! :)




Nome: A Mensageira da Morte (#1)
Autora: Vivianne Sophie
Ano: 2017
Páginas: 305
Editora: Multifoco
ISBN: 978-85-5996-332-8
Onde EncontrarLoja Oficial / Skoob
Classificação★★★ (4,3 Estrelas)
Gêneros: Romance / Fantasia / Terror / Mistério
Sinopse: Alana Price nunca imaginou que sua vida se tornaria tão complicada. Uma cidade encoberta de brumas, assassinatos esporádicos que estão sempre próximos a ela. E uma voz sussurrando em seu ouvido, incitando-a desejar. Quando uma maldição recaí em sua vida, só há uma saída para fugir dela: A morte.
Percorrendo vários lugares do Egito, Alana enfrentará muitos desafios, tumbas egípcias, templos de areias e várias noites do deserto, é só o começo da sua jornada por redenção. 

 O livro começa com um prólogo que nos introduz á mitologia em sua mais pura essência: Séculos antes, uma garota é perseguida por ter, supostamente, o demônio no próprio corpo. Todos que cruzavam seu caminho sofriam terríveis mortes, impossibilitando assim sua captura. Até que, com ataques planejados e ardilosos, um grupo de monges consegue induzir a garota á um sono profundo e sepulta-la junto de sua maldição, acabando com a praga dos mensageiros da morte.

Isso até os pais de Alana Prince desenterrarem a tumba de Zara, a mensageira da morte. O casal de arqueólogos acaba descobrindo a tumba durante uma de suas escavações, e, sem saber, acabam selando o destino deles e de seus descendentes com tal descoberta. 


Alana Price tem sua vida completamente desfigurada quando seus pais, renomados arqueólogos, morrem em um acidente de carro. Obrigada a se separar de seu irmão caçula e ir morar com a avó em outra cidade, a garota enfrenta diversos problemas que contrastam com sua visão anterior da vida. 

Decidida a não deixar sua vida parada, ela entra na escola de Winscoin e tenta recomeçar tudo em um local onde ninguém a conhece. Mas isso se prova impossível logo no inicio, quando estranhos acontecimentos começam a rondar Alana. Assassinatos e intrigas acabam levando-a para o egito em uma eletrizante busca de redenção e cura, onde nem todos são o que aparentam ser. 


Poucas pessoas conseguem se apropriar de uma mitologia à ponto de poder acrescentar coisas à seu gosto sem sair do contexto original.

Vivianne Sophie é uma delas. 

Além de utilizar muito bem elementos egípcios em toda a trama, ela conseguiu construir algo sólido em cima de uma lenda milenar, fazendo-me acreditar como se os Mensageiros da Morte realmente fizessem parte da mitologia egípcia. Logo no primeiro volume os mitos e ritos são amplamente explorados, abrindo espaço para um melhor desenvolvimento da estória, dando-nos um enredo complexo e delicioso de se desvendar. Sua narrativa segue um ritmo totalmente adequado ao enredo, deixando tudo no livro em harmonia e fugindo das cenas exageradamente grandes ou desnecessárias. Ela joga os acontecimentos na nossa cara sem qualquer tipo de aviso prévio, deixando-nos dependentes dos próximos acontecimentos e ansiosos para o desfecho da trama.


Ambos os universos da protagonista (Juvenil e Sobrenatural) foram muito bem desenvolvidos. Sendo a "Nova garota na escola" ou a "Jovem amaldiçoada", Alana conseguiu cumprir seu papel de boa protagonista - indo direto ao ponto, sem os rodeios tão costumeiros de livros protagonizados por jovens no ápice de seus sentimentos. Há romance no enredo? sim, mas acredite - foge totalmente do convencional. Este não é mais um young adult sobrenatural em que a garota precisa ser salva pelo mocinho - em "A Mensageira da Morte", a própria protagonista terá que salvar as pessoas a quem ama de si mesma.


Senti que ações e falas dos personagens pisaram demasiadamente no clichê juvenil em alguns momentos, mas a evolução da autora é perceptível; se essas cenas são frequentes no começo, acabam ficando extintas nos últimos capítulos. Pouco a pouco os personagens vão sendo encaixados no contexto geral do livro, deixando pouco (ou nenhum) espaço para novos deslizes.


Quanto á edição gráfica da obra, não tenho muitos comentários negativos. A diagramação e escolha de fontes foi impecável, tornando a leitura confortável mesmo em papel Offset branco. Notei alguns erros de digitação e gramática que deveriam ter sido corrigidos na última revisão - não me atrapalharam durante a leitura, mas é dever da editora encontra-los e corrigi-los. 

O grande destaque da edição vai para a arte da capa, feita pela Mirella Santana. Além da ilustração maravilhosa, o jogo de cores diz muito sobre a vibe do enredo. A edição da lombada, dos marcadores e de toda a mídia de divulgação também ficou excelente; com o apoio de um veículo influente na industria literária, não tenho dúvidas de que o livro ficaria entre os mais vendidos (e amados, já que o enredo não deixa a desejar!). 


Comentário Geral: Após terminar a leitura, fiquei dias e dias pensando na estória; isso significa que "A Mensageira da Morte" conseguiu cumprir excepcionalmente bem seu papel como piloto de uma boa saga. A peculiaridade do enredo e o bom desenvolvimento tornaram esta uma das melhores obras do ano; mesmo com falhas técnicas, o livro conseguiu me envolver completamente em seus braços. Estou realmente animado quanto as sequências; como a autora explorou complexamente a mitologia, não dá para prever qual caminho ira tomar, mas, com as revira-voltas das últimas páginas, já deu pra perceber que ela não se limitará a nada. Recomendadíssimo! A sequência, Joia de Anúbis, já está no topo da minha lista de lançamentos mais aguardados, e, até lá, planejo fazer vários amigos lerem para conversamos sobre 😁









Vivianne Sophie, é uma estudante de direito e leitora ávida desde da infância. “A mensageira da Morte” é o seu livro de estreia, que dá início a uma trilogia que reúne mitologia egípcia, romance e muitas aventuras. Vivianne também comanda o blog Cá Entre Nós, que fornece semanalmente resenhas literárias e vários outros assuntos da cultura geek. A autora possui também outros projetos em andamento e seu principal objetivo é contribuir com o incentivo à leitura.
Onde Encontra-la: Facebook / Skoob / Wattpad / Blog



 Bom, é isso! Quem se interessou pelo livro, pode comprar pelo link informado nos detalhes do livro ou falar com a autora diretamente em sua página no facebook. Fiquem de olho que planejo fazer mais posts sobre A Mensageira aqui no blog, dessa vez valendo brindes..... :D Abraço!


7 comentários:

  1. gente, que pesado kkkkk bem sombrio mesmo. Curti a resenha!

    Blog Literamente

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Fantasia não é o meu género de leitura, por isso não conhecia este livro.
    Mas acredito que para quem goste, seja uma boa leitura. :)

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Fantasia não é um gênero literário que me chame a atenção, mas achei sua resenha super completinha e bem feita.
    E acho sempre positivo quando blogs abrem espaço para autores nacionais, principalmente os iniciantes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da sua resenha, o formato está ótimo e amei as fotos. Como um dos meus gêneros favoritos é fantasia, gostei da indicação e vou procurar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu quero pra ontem!! Que livro incrível. Quando pesquei a palavra "sobrenatural" já me conquistou!
    Fantasia meio Dark, adorei! E essa capa também é magnífica ♡
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Realmente essa capa é linda demais.
    Também amo livros com uma mitologia bem elaborada, o que me assusta um pouco é que não consegui me dar bem com o TÁ. Mas sua empolgação me deixou bem curiosa com o livro

    ResponderExcluir
  7. Realmente quando se trata de mitologia é um tanto delicado encontrar obras que se destaquem, gostei de saber que Vivianne e seu livro Mensageira da Morte tem esse feito. Apesar de alguns pontos negativos citados na resenha, posso notar que foi uma leitura ótima e bem interessante, gostei mesmo de conhecer, tanto que até o momento não tinha ouvido falar do livro ou da autora. A capa tá espetacular!

    http://www.daimaginacaoaescrita.com/

    ResponderExcluir